Private Equity Imobiliário nos EUA

Imóveis comerciais e residenciais nos EUA de difícil acesso por investidores comuns, em co-investimento com operadores locais profundamente envolvidos em classes específicas de ativos.

Modalidade de investimento, em que investidores passivos (Limited Partners), que não atuam diretamente na gestão, agrupam seus investimentos em sindicatos com um operador local (General Partner) para a aquisição de imóveis específicos ou pequenas carteiras de imóveis.

Oportunidades privadas de investimentos dificilmente acessíveis a investidores comuns

Co-investimento com operadores locais especializados por região e tipos de imóveis

Investimentos “off-market” com fortes barreiras à entrada

Classes de imóveis

O mercado imobiliário norte-americano é o mais consolidado e abrangente do mundo, compreendendo uma infinidade de oportunidades com características diversas. Um fator primordial na decisão de investimento é a classe do ativo, pois ela representa o tipo de atividade que será desenvolvida naquela propriedade e seus eventuais riscos e retornos.

Uma carteira balanceada é composta por imóveis residenciais e comerciais. Imóveis residenciais tendem a gerar fluxos de caixa de aluguel menos voláteis, mesmo em períodos de desaceleração econômica enquanto imóveis comerciais são mais sensíveis aos ciclos econômicos, mas, em compensação, tendem a gerar maiores fluxos de caixa para os investidores.

Estratégia de investimento

Nossa abordagem de prospecção é conservadora e baseia-se nas seguintes estratégias:

Imóveis operacionais
Imóveis de média dimensão
Imóveis com oportunidades melhoria
Diversificação e balanceamento de carteira
Imóveis operacionais

Imóveis operacionais Imóveis já em operação no momento da aquisição, com geração imediata de fluxo de caixa (com inquilinos) evitando os riscos de construção.